Banca FMP coloca vestibulandos para pensar

LGPD: o impacto da Lei Geral de Proteção de Dados no marketing da sua empresa
Agência de publicidade: por que contratar, se posso internalizar?
Humildade situacional para resolver problemas (parte 2)

Quem pensa que os jovens não ligam para política, meio ambiente e outras questões importantes do cotidiano certamente não conhece o projeto que a FMP desenvolve com o Kzuka. Ao juntar vestibulandos que estão pilhados para o Direito, o Diretoria Kzuka aproxima essa galera de discussões atuais, polêmicas e bota todo mundo para questionar o futuro. Nesse clima, foi promovido um debate com os candidatos à prefeitura de Porto Alegre.

Foram selecionados 14 jovens que, divididos em sete duplas, receberam uma espécie de “dossiê” sobre temas específicos. Estavam em pauta os assuntos emprego, transporte público, saúde, educação, trânsito, meio ambiente e segurança.

Feito isso, a galera estudou os temas e, cheios de vontade, foram questionar os candidatos sobre as suas propostas para o futuro da cidade. A gente não precisa nem dizer que foi um sucesso, né? Além dos candidatos verem que a juventude está, sim, preparada para cobrar por melhorias, também rolou momentos de descontração. A galera perguntou sobre música, times favoritos, etc.

Mas o debate era só a primeira parte do que estava por vir. Os mesmos 14 jovens participantes foram colocados em um grupo fechado no Facebook, para discutir, opinar e, claro, se conhecer melhor. Isso tudo porque a próxima etapa consistiu em uma monitoria com professores da FMP. E nessa fase, cada dupla estudou a fundo o seu tema sorteado, pois mais adiante teriam um grande debate final.

E olha que legal: com o auxílio e o conhecimento dos professores, eles construíram uma argumentação bacana para soltar o verbo no último encontro.

O grande momento rolou no dia 04 de outubro: a Banca FMP. Com mediação feita pelo Kzuka, ela era formada exclusivamente por professores da universidade, integrantes da Promotoria Pública do RS. Imagina que responsa? Tiveram contato direto com grandes nomes do mercado jurídico do estado.

Mas foi incrível. As duplas responderam inicialmente a perguntas gerais pré-elaboradas pelo Kzuka e, na segunda rodada, foram questionados especificamente a respeito das expectativas em relação à Copa de 2014.
Tiveram a chance de colocar em prática o que aprenderam na monitoria com os professores e argumentar a seu favor. Importante:  provaram o “gostinho” de como é a realidade de quem vive o Direito todos os dias.

Depois disso, momentos de tensão: os professores se uniram para definir quem levou a melhor no debate.

Mais do que a dupla vencedora levar pra casa um iPad cada, deu para sacar que os nossos jovens estão extremamente críticos e munidos de informação sobre os problemas da cidade e do país. E através dessa ação, a Duplo, juntamente com a FMP, aproximou mais uma vez esse público do Direito de uma forma bacana, interessante e engajada com a realidade.