Coberturas e geração de conteúdo: informação relevante em tempo real

Agência de publicidade: por que contratar, se posso internalizar?
Humildade situacional para resolver problemas (parte 2)
Humildade situacional para resolver problemas (parte 1)

Numa época em que “perguntar para o Google” é muito mais comum do que aquele antigo “buscar nas páginas amarelas” – elas ainda existem, aliás? –, trabalhar em canais online se tornou item de sobrevivência para as marcas, que se viram obrigadas a adotar formas inéditas de contato com seus públicos. Na visão da Duplo, no entanto, antes de sair criando contas para os clientes em todos os canais, é necessário realizar um planejamento focado, respondendo a perguntas como: qual o meu objetivo? Qual o meu público? O que tenho para falar? Sou visto como um interlocutor para esse tipo de assunto? Porque uma coisa é certa: não adianta estar em toda parte se o que falamos não é relevante.

Um exemplo de conteúdo que nos parece fundamental é a cobertura do Salão Internacional do Móvel de Milão, que realizamos há quatro anos junto a Móveis Bontempo. Nada menos do que uma semana de imersão nas maiores tendências e novidades do setor moveleiro, trazendo – em tempo real – tudo que acontece na feira para os curtidores e seguidores da marca.

Para realizar um trabalho desse tipo, é preciso um olhar atento e crítico – já que a feira contempla mais de 10 pavilhões que equivalem a um campo de futebol cada. Ou seja, é necessário um filtro poderoso. Isso também significa postar antes de todos aquilo que o nosso público quer ver. Quem trabalha na área, sabe: timming é tudo nessas horas. As pessoas querem se sentir mais perto do evento, vivendo a experiência de forma mais realista e nós, produtores de conteúdos, somos responsáveis por facilitar essa aproximação.

A Duplo acredita que, ao mostrar que um cliente é autoridade em determinado assunto, fica mais fácil de chamar a atenção e se fazer presente nas conversas e na mente de quem realmente se interessa pelo que temos a dizer. É necessário disseminar conhecimento e fazer disso um ótimo negócio. Para que essa aproximação com a audiência aconteça, buscamos criar conversas, pois o que é assunto entre potenciais clientes também deve ser assunto para as marcas – melhor ainda quando se estabelece um diálogo de forma natural e inteligente, quase como uma conversa entre velhos conhecidos. O que uma marca publica em seus canais fala muito sobre sua experiência, aumenta sua visibilidade e forma uma imagem sólida e perene ao longo do tempo.

De quebra, o nosso trabalho realizado junto à Bontempo em Milão também contribui para aumentar o engajamento nos canais da marca. Entendemos que para gerar memória em nossos públicos é preciso se movimentar, estar onde as novidades acontecem e sermos os primeiros a dividi-la nos canais adequados, com conteúdos focados para cada canal – no exemplo que trazemos aqui, o blog ganha textos mais densos e detalhados, enquanto Twitter, Facebook e Instagram servem para uma comunicação mais imediata, sem abrir mão da relevância e da qualidade.

É aí que vemos a importância de estabelecer uma relação mais presente no dia a dia dos públicos, cada vez mais exigentes, fazendo-os perceber que a marca que representamos faz mais por eles – inclusive deslocando-se até o outro lado do mundo, indo atrás das referências mais inspiradoras.