E tá no ar: 30 segundos de Massas Orquídea na TV

LGPD: o impacto da Lei Geral de Proteção de Dados no marketing da sua empresa
Agência de publicidade: por que contratar, se posso internalizar?
Humildade situacional para resolver problemas (parte 2)

Tem sensação melhor do que ver a materialização de um trabalho indo pro ar? Quem trabalha com publicidade sabe bem: poucas coisas superam esse momento. E ontem, no intervalo do Jornal Nacional, sentimos aquele gostinho de missão cumprida – a primeira de muitas, temos certeza! – ao ver o nosso comercial de Massas Orquídea indo pro ar.

Só para relembrar: até chegarmos ao belo vídeo aqui embaixo percorremos um longo caminho de pesquisas, entrevistas e de estudo sobre o público da marca. E nessas andanças, descobrimos informações valiosas para uma comunicação ainda mais assertiva. E quem nos conta é a Erica Kiechle – aproveita e lê a entrevista sobre planejamento de comunicação que fizemos com ela aqui:

“Precisávamos entender como é o dia a dia das maiores consumidoras das massas Orquídea– a dona de casa prática – e chegamos a um ponto crucial: a alimentação é só uma parte do dia do seu dia a dia, que também envolve a organização da casa, o cuidado com os filhos, marido e claro, aquele momento para cuidar de si. Mais do que isso, o momento da refeição deve ser encarado como um aliado: cozinhar é uma delicia, mas não pode de forma alguma ocupar muito tempo nessa rotina.”

Ainda na pesquisa para entender como o público se relaciona com o segmento de massas, percebemos que na hora de definir se um produto tem qualidade ou não, a análise foi objetiva: ela não pode ser quebradiça, não pode grudar, não pode empaçocar. Tem que dar certo sozinha. Mas o que isso significa? Ela tem que ser prática.

E o nosso VT é a forma mais eficaz de ilustrar tudo isso:

Lindo, né? Quem quiser ver isso na telinha, basta ficar ligado nos intervalos das novelas e jornais. <3