Tudo azul por aqui. E aí?

LGPD: o impacto da Lei Geral de Proteção de Dados no marketing da sua empresa
Agência de publicidade: por que contratar, se posso internalizar?
Humildade situacional para resolver problemas (parte 2)

Há dois anos, sempre no dia 14 de novembro, a agência se transforma em uma imensidão celeste. O motivo não poderia ser mais nobre: hoje é o Dia Mundial do Diabetes e a data é celebrada trazendo a cor azul para as campanhas de divulgação e sensibilização em relação ao tema, seguindo o bom exemplo do “Outubro Rosa”, contra o câncer de mama. E é claro que a gente, como bons apaixonados pelo Instituto da Criança com Diabetes, não ia ficar fora da manifestação.

Se os colaboradores da agência abraçaram a causa, obviamente a fanpage do ICD no Facebook também teria uma programação para lá de especial durante todos os dias que antecederam esse lindo e ensolarado 14 de novembro em Porto Alegre. E para todo mundo saber a importância da prevenção e cuidados com a doença, ficam alguns dados: atualmente, quase 400 milhões de pessoas possuem Diabetes no mundo, sendo que aproximadamente 10% são portadoras do Diabetes tipo 1, sua forma mais grave e que, infelizmente, atinge principalmente crianças e adolescentes.

E foi por elas que a gente criou o “Cronograma da Semana Mundial do Diabetes”. Desde segunda-feira, disponibilizamos cinco capas de Facebook personalizadas para quem quisesse entrar com o ICD nessa luta. E, não é por nada, mas as peças ficaram uma gracinha (BEIJO, HEBE!). A prova disso, foram os mais de 176 compartilhamentos e quase 200 likes no álbum.

Espia só:

Na terça-feira, chamamos a galera para dar uma vasculhada no guarda-roupa, procurar uma roupa azul, tirar uma foto e postar no mural do ICD pra gente montar um álbum. Na quarta, compartilhamos um card bem explicativo sobre as diferenças entre a Diabetes tipo 1 e 2 e tivemos mais de 195 compartilhamentos. Hoje, dia chave, compartilhamos um card que elucida todo o esforço que o ICD, famílias e pacientes fazem para chamar a atenção para a epidemia do Diabetes.

Ah, vale lembrar que durante todos esses dias, o prédio do ICD foi totalmente iluminado por canhões de luz azul, assim como o Museu de História e Medicina do RS.