Planejamento de comunicação: nosso trabalho junto a Tondo

LGPD: o impacto da Lei Geral de Proteção de Dados no marketing da sua empresa
Agência de publicidade: por que contratar, se posso internalizar?
Humildade situacional para resolver problemas (parte 2)

Sempre que chega um cliente novo aqui na agência, uma das tarefas mais importantes a se fazer é aquilo que chamamos de “organizar a casa”. A partir do planejamento de comunicação, temos uma orientação estratégica detalhada do que será realizado junto ao cliente em tudo que diz respeito a sua comunicação. Para explicar um pouco mais sobre a construção desse trabalho com a Tondo – empresa por trás das massas e biscoitos Orquídea –, conversamos com a Erica Kiechle, da nossa equipe de planejamento.

Como foi desenvolvido o planejamento de comunicação?

Entrevistamos lideranças da Tondo, visitamos a fábrica e desenvolvemos uma pesquisa – em conjunto com um de nossos parceiros – com consumidores do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Além disso, pesquisamos dados secundários, buscando informações de público e, principalmente, da concorrência e da comunicação do segmento. A ideia é mapear a realidade da empresa, do mercado e de público. A partir dessa base de dados, fazemos o diagnóstico para a definição dos objetivos e da estratégia de comunicação e também buscamos vislumbrar oportunidades de diferenciação para a marca.

Qual a importância da pesquisa para entender os públicos de uma marca?

O nosso planejamento de comunicação parte de duas premissas. Primeiro, a atenção das pessoas é o bem mais precioso que existe na atualidade. Por isso, uma marca precisa chamar a atenção. Segundo, as pessoas estão muito mais abertas a opiniões de outras pessoas do que a mensagens publicitárias. Por isso, uma marca precisa se tornar assunto.
Sendo assim, nosso planejamento de comunicação é construído pensando na marca como uma editora de assuntos, de modo a pautar a conversa com seus públicos e gerar interação. Entretanto, isso só é possível quando temos um entendimento claro sobre as motivações e comportamentos dos nossos públicos. A partir daí, cruzamos os assuntos que os nossos públicos querem falar com os assuntos que a nossa marca tem autenticidade para falar. Acreditamos que é nessa intersecção que estão as oportunidades de tornar uma marca relevante.

Quais os desafios de trabalhar com um cliente com públicos e produtos distintos?

A mecânica do planejamento de comunicação muda dependendo da arquitetura de marca da empresa e dos públicos-alvo de cada produto. Por exemplo, se a estratégia é atuar com uma casa de marcas (marcas independentes sem relação uma com as outras), traçamos um plano de comunicação para cada uma delas, considerando sua identidade, objetivos estratégicos e público. Entretanto, se o caminho é uma casa com marcas (uma marca mãe que endossa as demais), construímos um mesmo plano, podendo haver assuntos diferentes dependendo do público que consideramos. Pensamos em assuntos diferentes para públicos diferentes, de forma que a relação da marca sempre seja relevante.

Bacana, né? Mais ainda é perceber quando o cliente acredita no trabalho que estamos fazendo. Uma prova disso foi a Convenção de Vendas da Orquídea, que aconteceu em maio, na cidade de Caxias. Na ocasião, em que todos os representantes da marca estavam reunidos, a Duplo teve o prazer de apresentar o plano de comunicação e as ações que estamos desenvolvendo para que todo mundo tenha um ano incrível – alcançando metas, é claro.


Equipe Duplo & meninos do Pretinho Básico

E vem muito mais coisa legal pela frente 🙂